AutorACIAJA

InícioArtigos postados por ACIAJA (Página 3)

União: a palavra que não sai de moda

A palavra de ordem ao final de 2016 era União. Para enfrentar tempos turbulentos, queda em todos os indicadores econômicos, cenários tenebrosos, reunimos as entidades representativas da classe empresarial de Jaboticabal e lançamos, para o comércio, a primeira campanha em parceria da história de nossa cidade.

Aciaja, CDL e Sincomércio: juntos desde o ano anterior, refizemos os laços que unem empresas, entidades e pessoas em momentos de dificuldade e nos lançamos novamente em parceria para algo maior, grandioso: uma campanha para as grandes datas comemorativas do nosso comércio, para todo 2017.

Mais de 100 empresas já aderiram à Promoção Prêmios o Ano Inteiro do Comércio de Jaboticabal. Os cartazes e as urnas da promoção estão pela cidade toda. Novidades, como prêmios aos vendedores, foram incluídas. E a grande cereja do bolo, um carro zero km, será sorteada no Natal de 2017.

A campanha conta, ainda, com a colaboração do Senac, Unimed e Prefeitura de Jaboticabal. Juntos, preparamos uma grande programação cultural para toda a população.
Para o Natal, as atividades serão ampliadas, as ações terão ainda mais força e a repercussão será imensa. Participe! Ainda dá tempo de fazer parte da campanha. Esperamos por você.

Boa leitura!

Arthur Dória Guzzo
Presidente – Associação Comercial, Industrial e de Agronegócios de Jaboticabal
Compartilhar

Aciaja completa 85 anos e apresenta seu selo comemorativo

Em 2017, a Aciaja completou 85 anos de existência. Para comemorar essa data, lançamos nosso selo comemorativo. Chegar a essa marca requer atuação constante na defesa dos interesses de nossa classe produtiva. Uma entidade representativa dos empresários de Jaboticabal e que contribui para a vida econômica, social e cultural de nossa cidade. Obrigado por fazer parte dessa história.

 

Compartilhar
Continue Lendo

Aciaja firma parceria com CIEE

Para novo programa de estágio e menor aprendiz

A Aciaja assinou contrato com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) para viabilizar a contratação de estagiários e menores aprendizes pelas empresas de Jaboticabal. Com um posto de atendimento no município, a nova parceria tem custo per capita menor em relação ao contrato anterior.

Para associados, os benefícios serão ainda maiores: a taxa administrativa cobrada para manutenção de cada contrato para estagiário e menor aprendiz terá desconto de 30% e 20%, respectivamente.
Para apresentar a nova parceria, a Aciaja realiza, no dia 19 de outubro, um coquetel de lançamento. O evento acontece a partir das 19 horas, na sede da associação.

Mais informações: (16) 3202-0315.

Compartilhar
Continue Lendo

Gestão comercial foi tema de palestra na Aciaja

A Aciaja recebeu, no dia 19 de julho, a palestra Gestão Comercial, ministrada por Ricardo Lopes, consultor, professor e sócio fundador da Cia. de Negócios.

O palestrante abordou o método interativo de gestão de quatro passos PDCA – Plan, Do, Check e Act (Planejar, Fazer, Checar e Agir), um método para gerenciamento de processos de uma empresa.
Além disso, falou sobre as etapas que constituem o funil de vendas:

  • Prospectar (identificar público-alvo e oportunidades);
  • Contato (networking);
  • Necessidades do cliente;
  • Proposta (demonstrar produto e definir valores e formas de pagamento e entrega); e, por último,
  • Negociação (retirar barreiras da etapa anterior, acompanhamento com follow-up e fechamento da venda).

Por fim, Lopes mostrou como medir porcentagem de atingimento dos resultados das empresas, por meio da definição de indicadores relevantes, estabelecendo relação entre o que foi atingido e a meta inicial. O método também pode ser utilizado para medir os resultados de prospecção de clientes.

Presente ao evento, Marcelo Perina, diretor da Aciaja, destacou que o funil de vendas é um elemento que diferencia as empresas. “Sem dúvida, é uma ferramenta muito útil para a gestão do processo de vendas, auxiliando no atingimento das metas”, afirmou.

Sobre o PDCA, Perina ressaltou seu papel na gestão comercial “É inevitável a utilização de metas de vendas e o PDCA é muito útil para nos dizer como atingi-las, já que contempla planejamento de ações, pontos de checagem antes do final do prazo, ajustes no meio do caminho e ações corretivas”, destacou.

Saiba mais sobre funil de vendas

O funil de vendas, também conhecido como pipeline, é um processo que consiste em conduzir ou acompanhar o seu cliente a partir do momento em que ele toma conhecimento de seu produto ou serviço, até a decisão de compra propriamente dita.
Um funil funcional tem, geralmente, entre 5 e 7 etapas, e para cada uma delas a abordagem de comunicação com o cliente é diferenciada e específica:

Compartilhar

FEJA apresenta contribuições para o Plano Plurianual 2018/2021 e Projetos de Mobilidade Urbana

Entre os meses de julho e agosto, a Câmara Municipal realizou audiências públicas para debater o Plano Plurianual (01º/08) – PPA 2018/2021 e a Mobilidade Urbana (24/07) de Jaboticabal. O presidente da Aciaja, Arthur Dória Guzzo, presente às reuniões, apresentou projetos e ideias do Fórum de Entidades – FEJA para contribuir com ambos os projetos.

“A mobilidade urbana e o trânsito são elementos capazes de estruturar o desenvolvimento e definir o futuro da cidade. Por isso, a Aciaja propôs ao FEJA a discussão sobre esse complexo sistema, composto por infraestrutura urbana, normas jurídicas, organizações e procedimentos de fiscalização e controle do uso da infraestrutura, por serviços de transporte de passageiros e cargas, mecanismos institucionais, regulatórios e financeiros de gestão estratégica”, afirmou Arthur.

Em relação ao PPA, aprovado por unanimidade pela Câmara no dia 7 de agosto, Arthur questionou a ausência de verba voltada para a área de Segurança Pública. “A violência tem aumentado, e temos um pedido da implantação da atividade delegada para a segurança. A minha preocupação é que, se não está na pauta, a sociedade fique deficitária na questão da segurança”, questionou.

De acordo com o vereador Beto Ariki (PSL), o poder legislativo ainda pode remanejar verbas para o setor de Segurança Pública, via Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

“O presidente da Aciaja ressaltou a importância de se destinar recursos para a Segurança Pública, em especial para a Atividade Delegada. Como não foi possível incluir no PPA, meu parecer como presidente da Comissão de Finanças e Orçamento destaca a importância destes recursos estarem previstos na LDO”, afirmou o vereador.

 

No site da Aciaja, você confere todas as propostas apresentadas pelo FEJA para uma cidade mais segura e com mais qualidade de vida para seus moradores. Também pode acessar as ideias e propostas para o trânsito e a mobilidade urbana de Jaboticabal defendidas pelo Fórum.
Acesse: aciaja.com.br/por-uma-cidade-mais-segura/
Acesse: aciaja.com.br/investimento-em-mobilidade-urbana-e-transito-definiraoajaboticabal-do-futuro/

Compartilhar
Continue Lendo

Projeto de recuperação do Club Jaboticabal recebe primeira doação

Revitalização do imóvel será financiada por meio do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo. Empresários poderão doar, em 2018, até 3% do valor devido de ICMS, totalmente dedutíveis

O Projeto de revitalização do Club Jaboticabal recebeu sua primeira doação. O valor depositado foi de cerca de R$ 2 mil. Pelas regras da Lei de Incentivo, no entanto, não é permitida a divulgação da identidade da empresa doadora.
A campanha de revitalização do Club Jaboticabal foi lançada no dia 23 de junho. O projeto de recuperação do imóvel, orçado em R$ 998.862,00, foi aprovado pelo Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo – ProAC.

Pelas regras do programa, empresas podem doar até 3% do ICMS devido, com abatimento de 100% no valor incentivado. Porém, as próximas doações só poderão ser feitas no próximo ano. Isso porque em todos os anos há uma renúncia fiscal assinada via decreto pelo Governador do Estado para captação de incentivo para projetos culturais e de esportes aprovados no âmbito dessas Secretarias. Este ano, o incentivo para projetos foi R$ 159 milhões.
As captações foram iniciadas no mês de março e, no mês de agosto, atingiram os valores disponíveis (R$ 59 milhões para projetos esportivos e R$ 100 milhões para projetos ligados à cultura). Assim, o Sistema que permite a doação é fechado pelo Governo do Estado.

Então, os Projetos na fila de captação, como os de recuperação do Club Jaboticabal e do Poliesportivo da Unesp, ficam inabilitados para captar. “Ou seja, não há como a empresa emitir o boleto porque o Sistema de emissão de boletos para destinação de incentivo fiscal está desabilitado. Temos que aguardar o ano que vem, a definição de valores para renúncia fiscal do Governador. Esse decreto geralmente é assinado no final do mês de março, quando as captações são retomadas”, salienta Rafael Albuquerque Braghiroli, gerente Executivo do Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM, que elaborou o projeto de revitalização do Club Jaboticabal.

Responsável pela estruturação de grandes projetos incentivados, que já renderam a municípios como Orlândia e Ipuã a construção de centros culturais, Rafael aconselha que a agilidade é fundamental para que a cidade capte recursos para revitalizar o Club Jaboticabal: “É necessário ser ágil. O trabalho deve ser rápido. É preciso desde já conversar com os empresários para que se definam sobre a doação. Afinal, são apenas seis meses de captação, e não podemos perder tempo e recursos. Vale ressaltar que o próximo ano será o último período de captação para o Club Jaboticabal”, alertou Rafael.

“As empresas não têm que pôr a mão no bolso para apoiar a recuperação do Club Jaboticabal e podem receber como contrapartida a exposição de sua marca como um patrocínio normal, ajudando na recuperação desse patrimônio da nossa cidade”, destacou o presidente da Aciaja, Arthur Dória Guzzo.

As obras poderão ser iniciadas a partir da captação de 35% do valor estabelecido, mas, para isso, é necessária a colaboração das empresas.
“A cultura da doação está aquém do necessário, e Jaboticabal deve se profissionalizar para ser um grande captador de recursos”, reforça o presidente da Aciaja. “Quando se cria a cultura da doação, as empresas pedem para colaborar. É árduo, mas vale a pena. É emocionante quando a coisa acontece e é maravilhoso fazer o bem”, finaliza o gerente executivo do IORM.

Unesp

A Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV) da Unesp de Jaboticabal também foi contemplada com o projeto de captação de recursos, na área do esporte, com o valor de R$ 445.669,00, que será destinado à revitalização do Poliesportivo da instituição.

O projeto foi aprovado por meio do Programa de Incentivo ao Esporte do governo estadual, e as condições para doar são as mesmas (3% do valor devido em ICMS, totalmente dedutíveis) do projeto do Club Jaboticabal.

“Assim, o empresário que decidir-se pela doação dos 3% do ICMS devido ao Projeto de recuperação do Club Jaboticabal, poderá doar também outros 3% do ICMS para o projeto de captação para a revitalização do Poliesportivo da FCAV Unesp. São dois projetos importantes com capacidade de injetar mais de R$ 1,4 milhão na economia da cidade, fazendo girar a roda. É disso que Jaboticabal precisa”, conclui Arthur.

Compartilhar
Continue Lendo

Eles escolheram Jaboticabal

Jaboticabal acaba de completar 179 anos, sem, contudo, deixar para traz uma característica muito especial: é uma cidade que sabe receber novas pessoas.

Temos um traço de cosmopolitismo. Aqui convivem cidadãos de várias partes do país e do mundo. Exemplo disso são instituições como a Unesp, que a cada ano recebem estrangeiros de diferentes países e empresas classe mundial que transacionam seus produtos com consumidores de várias partes do mundo. A partir desta edição, o Jornal da Aciaja retrata exemplos de empreendedores que não nasceram na cidade, mas adotaram Jaboticabal para fundar suas empresas, prosperar, gerar postos de trabalho e contribuir para o desenvolvimento econômico.

São empresários de diferentes ramos de atividade. Alguns chegaram aqui por mero acaso, outros, escolheram a cidade para viver. Em comum, eles nutrem um profundo respeito pelas oportunidades oferecidas e falam sobre sua relação com a cidade.

Edson Ennes fundador da Petty Embalagens
“Obrigado Jaboticabal. Sou Jaboticabalense”

Natural de Paranavaí, PR, chegou a Jaboticabal em 1962, aos dois anos de idade em razão da mudança de sua família.

“Aqui construí meus laços familiares e de amizade e as oportunidades foram surgindo, o que nos possibilitou fincar ainda mais raízes nesta boa terra. Jaboticabal é uma excelente cidade, centro de uma microrregião onde o comércio é bem desenvolvido e dinâmico. Sempre me considerei um verdadeiro jaboticabalense e tive a honra de receber o título de “Cidadão Jaboticabalense” por indicação do então Vereador Vitorio De Simoni”

 

 

 

 

 

 

 

 

Urias de Souza Diretor da UCB.
“A UCB é parte integrante da história de Jaboticabal”

Advogado, administrador e contador, é o CEO – Chief Executive Officer, que significa Diretor Executivo em Português, da UCBVET Saú- de Animal, uma das mais tradicionais indústrias de Jaboticabal. Nasceu em Iacanga, interior do Estado de São Paulo. Atuou na capital paulista no setor de alumínio e fertilizantes, e veio de São Paulo para trabalhar na Usina São Carlos, onde permaneceu por mais de 30 anos como administrador. Em 2014, recebeu o Título de Cidadão Jaboticabalense conferido pela Câmara de Vereadores. Na UCBVET vem conduzindo os projetos de crescimento e profissionalização do negócio a longo dos últimos 12 anos.

“Jaboticabal oferece uma excelente qualidade de vida. Eu trouxe toda minha família para cá e construímos uma boa parte de nossa vida aqui. A cidade possui empresas que proporcionam chances de desenvolvimento e crescimento profissional para quem é nascido aqui e também para quem vem de fora. E por isso, procuramos manter na UCBVET um ambiente que seja capaz de reter e desenvolver talentos. Estamos localizados em uma região estratégica do Estado, com boa infraestrutura e condições geoeconômicas propicias. A UCBVET é parte integrante da História de Jaboticabal. Desenvolvemos e produzimos nossos produtos veterinários há 100 anos neste município e temos orgulho de fazer parte do desenvolvimento da cidade. Realizamos os investimentos em nossos laboratórios de fabricação, controle de qualidade, desenvolvimento de novos produtos e no aprimoramento de nossos profissionais, tendo Jaboticabal como centro de nossas operações. Daqui, vendemos nossos produtos para 100% dos estados brasileiros e exportamos para mais de 11 países.”

Compartilhar
Continue Lendo

Aciaja promove 4º McDia Feliz em Jaboticabal

Foram quase 3 mil lanches, e o valor arrecadado será doado ao Hospital de Câncer de Barretos

496 pacientes de Jaboticabal foram atendidos pelo Hospital de Câncer de Barretos em 2016.

Em 2016, 496 pacientes de Jaboticabal foram atendidos pelo Hospital de Câncer de Barretos. Trata-se de uma triste estatística, que revela a cada ano números crescentes da incidência de câncer, que se mostram ainda mais expressivo se somarmos à quantidade de atendimentos: 3.705 em todo o ano passado. A quantidade representa mais de 10 pacientes jaboticabalenses atendidos diariamente em 2016.

No dia 26 de agosto, a Aciaja promoveu o 4º McDia Feliz em Jaboticabal – campanha de venda de lanches em parceria com o Restaurante McDonalds visando levantar
recursos em prol do atendimento de crianças e adolescentes com câncer.
A campanha promoveu a venda de 2.720 lanches, entre combos e tickets individuais. Os números finais ainda estão sendo calculados, mas todo o valor arrecadado com as vendas será destinado à finalização da construção da Casa Ronald McDonalds, que será a maior do Brasil e contará com apartamentos para receber os pequenos pacientes e seus familiares durante o tratamento em Barretos.
Neste ano, o ticket que dá direito a um Big Mac foi vendido por R$ 15,50. Além disso, a campanha também comercializou um combo, que incluía o lanche e um copo estilizado, por R$ 20.

“O Hospital de Câncer de Barretos tem uma excelente estrutura e profissionais extremamente dedicados. Mas o custo de seu funcionamento é alto. Por isso, há quatro anos a Aciaja organiza anualmente a campanha do McDia Feliz em Jaboticabal, visando contribuir com o nobre trabalho realizado de forma gratuita pela instituição”, afirma o presidente da Aciaja, Arthur Dória Guzzo.

“A participação da comunidade jaboticabalense foi fundamental para arrecadarmos recursos para o Hospital de Câncer de Barretos. Muitos jaboticabalenses já receberam ou recebem tratamento naquele local, por isso é nosso dever contribuir com a campanha”, reforça José Francisco Penariol, diretor da Aciaja.

Número total de lanches vendidos: 2.720

Casa Ronald Mcdonalds

O Hospital de Câncer de Barretos, em parceria com o Instituto Ronald McDonald, está construindo no seu município sede a Casa Ronald McDonalds, que será a maior do Brasil e contará com apartamentos para receber os pequenos pacientes e seus familiares durante o tratamento.
Os valores arrecadados serão utilizados para a finalização dos projetos da Casa Ronald McDonald e do Espaço Família. Ambas as iniciativas buscam proporcionar um ambiente amistoso e confortável para crianças e adolescentes que estão em tratamento oncológico na instituição, assim como para suas famílias.

“A permanência da família ao lado do paciente é essencial para o tratamento, criando um ambiente mais acolhedor, e que é parte da filosofia do hospital”, afirma José Francisco.

A estrutura do prédio já está levantada, e os valores arrecadados neste ano com o McDia Feliz serão destinado para finalização das obras, acabamento e montagem interna da residência.

O sucesso do McDia Feliz em Jaboticabal só foi possível graças à colaboração de inúmeras pessoas e organizações. Nosso muito obrigado a todo mundo que trabalhou para a realização desse evento.

  • Arthur e Alessandra – Construtora Guzzo
  • Sra. Dalva – Madrinha em Jaboticabal do Hospital de Câncer de Barretos
  • AREA – Associação Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Jaboticabal
  • Hélio César Vieira da Costa – Beraldo Costa Contabilidade
  • Nilson César Donadon – KND Consultoria e Treinamento
  • Cláudia Maria Sacco Bueno – 100% Básico
  • Alexandre Petronilho – Prepara Cursos Profissionalizantes
  • Unesp Jaboticabal
  • Vanessa Gonçalves – SEBRAE
  • Maurício Palazzo Barbosa – Venire Empreendimentos
  • Marilda de Fátima Guerreiro – Presidente Associação dos Contabilistas de Jaboticabal
  • José Francisco Penariol – Teto Materiais
  • Arca Retentores
  • Restaurante Sabor & Cia
  • Martha Helena Fogaça de Aguiar Frezarim – AVCC
  • Wladimir Morgatto – San Marino
  • APAE
  • Ricardo Antonio Moreno – Óticas Carol
  • Lucas Souza Ramos Neto – Realiza Empreendimentos
  • Coplana
  • Socicana
  • Marcela Bérgamo Morilha – Rotary Clube
  • Henfel
  • Senac Jaboticabal
  • Banda Centopéia
  • Banda Charm Music Interact
  • Roseli Pereira – Site e Blog Straws
  • Restaurante Mc Donald
  • Prefeito Municipal
  • Departamento de Trânsito e Transportes de Jaboticabal
  • Policia Militar
  • Jornal A Cidades
  • Jornal Fonte
  • Rádio 101FM
  • Rádio Vida Nova
  • Rádio Jovem Pan News
  • Renata Massafera
  • Ana Mattos

 

Compartilhar
Continue Lendo

Preço dos combustíveis em Jaboticabal acompanha alta nacional em Julho

No mês de julho, o preço dos combustíveis nos postos de Jaboticabal registrou alta expressiva nas bombas. A variação se deve principalmente ao aumento do valor do PIS e Cofins que incidem sobre o produto.

O preço médio do litro da gasolina comum nos postos da cidade passou de R$ 3,258 para R$ 3,804, na comparação entre a primeira e a quarta semana de julho – uma alta de quase 55 centavos entre o início e o fim do mês.
O maior aumento no período, no entanto, ficou por conta do etanol – registrou alta média de 57 centavos. O Diesel S10 e o Diesel Comum tiveram aumentos mais modestos, de 33 e 27 centavos cada, respectivamente.
A coleta de informações dos preços de combustíveis é realizada em 16 postos do município, selecionados de forma aleatória, e contempla informações do preço de venda ao consumidor final. A coleta é feita sempre nos três primeiros dias de cada semana e realizada in loco pelos pesquisadores. A divulgação dos resultados é feita semanalmente no facebook do Ipeja e no site da Aciaja.

Preço dos combustíveis em Jaboticabal

Novidade

Pesquisa vai medir a confiança do empresariado jaboticabalense

O Ipeja está estruturando o lançamento de uma nova pesquisa nos próximos meses que vai retratar o Índice de Confiança do empresário local, com o objetivo de mensurar a percepção atual e a expectativa do empresário para variáveis como Vendas, Inadimplência, Desempenho do segmento empresarial, Investimentos, Contratações, Desempenho macroeconômico e Confiança no governo local.

O levantamento vai contar com o apoio metodológico do Departamento de Economia da Universidade Federal de Juiz de Fora – Câmpus de Governador Valadares.

Ipeja vai lançar Pesquisa sobre Orçamento Familiar

Nos próximos meses, o Ipeja lançará a Pesquisa de Orçamento Familiar, que levantará informações específicas do município de Jaboticabal referente ao consumo de famílias de diferentes estratos sociais. A pesquisa ainda está em fase de estruturação.

Compartilhar
Continue Lendo

Empresários poderão abater até 100% de juros de débitos municipais

A Prefeitura Municipal de Jaboticabal sancionou, em agosto, Projeto de Lei aprovado pela Câmara de Vereadores que institui o “Programa de Recuperação Fiscal – Refis” do Município de Jaboticabal. Com isso, empresas com impostos atrasados poderão quitar débitos com abatimento de até 100% de juros e mora.

O valor global em dívidas municipais das empresas locais já soma mais de R$ 25 milhões – incluídas, nesta conta, as empresas do Distrito Industrial, que também foram beneficiadas com um Refis próprio. Ao todo, os débitos municipais atrasados somam mais de R$ 100 milhões, entre pessoa jurídica e pessoa física (também abrangidas pelo Refis).

São mais de 900 empresas devedoras que poderão quitar débitos antigos – o projeto de Lei inclui impostos datados até 31 de dezembro de 2017. Os tributos em atraso são originados do Imposto sobre Serviços (ISS), da Taxa de Licença e da Taxa de Vigilância, ou ainda referentes à concessão de lotes, no caso das empresas do Distrito Industrial.

Com a aprovação, a Prefeitura espera arrecadar cerca de R$ 2,4 milhões, somando débitos de pessoa física e jurídica. O empresário que aderir ao Refis poderá realizar o pagamento o débito com amortização de até 100% de juros e mora – condição válida para quem realizar o pagamento integral, à vista, até o dia 29 de setembro de 2017. A adesão deve ser feita mediante requerimento na Prefeitura.

Compartilhar
Continue Lendo