Notícias

InícioA CidadeIpeja vai pesquisar a percepção do Jaboticabalense sobre a sua Qualidade de Vida

Ipeja vai pesquisar a percepção do Jaboticabalense sobre a sua Qualidade de Vida

ipejaComo o jaboticabalense avalia a qualidade de vida que a cidade oferece? Qual é a percepção das pessoas sobre os serviços públicos oferecidos? Como anda o grau de confiança da comunidade nas instituições, organizações ou mecanismos sociais que controlam o funcionamento da sociedade e dos indivíduos.

Para ter estas respostas, o Instituto de Pesquisas Econômicas de Jaboticabal – Ipeja, vai realizar entre os meses de abril e maio um de seus mais profundos trabalhos desde que foi criado pela Aciaja em setembro de 2015. O trabalho intitulado Pesquisa de Qualidade de Vida será realizado pela equipe do Ipeja juntamente com alunos que integram o Projeto Conjuntura Sócio Econômica e Ambiental do Município de Jaboticabal.

A pesquisa também conta com todo o apoio do Núcleo de Economia da ACIRP – Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto.

Serão aplicados, aproximadamente, 400 questionários com a população de Jaboticabal. “Os objetivos específicos da Pesquisa de Qualidade de Vida são: avaliar a opinião da população a respeito das variáveis que impactam na satisfação pessoal dos cidadãos; entender como as variáveis de satisfação pessoal são determinadas em função de diferenças de gênero, faixa etária, escolaridade e nível de renda; verificar o nível de satisfação dos habitantes com a cidade e sua dependência com as variáveis de gênero, faixa etária, escolaridade e nível de renda”, destaca o professor Dr. Adriano dos Reis Lucente, do Departamento de Economia Rural da FCAV – Unesp Jaboticabal.

“Este trabalho terá a função de compreender a importância atribuída pela população a respeito de questões relevantes como bem estar e felicidade; acesso à saúde e cuidados médicos; acesso a oportunidade de emprego e condições de trabalho; a importância dos recursos econômicos; acesso a educação de qualidade; integração social e familiar; direito à habitação; segurança de vida e de propriedade; acesso a recreação e cultura; e o direito a todo e qualquer esclarecimento a respeito da aplicação de recursos políticos. Será um trabalho de fôlego que, temos certeza, será plenamente cumprido com muito sucesso pelo Ipeja”, destaca o presidente da Aciaja, Arthur Dória Guzzo.

Aciaja e empresas privadas mantêm o Ipeja

O Ipeja é fruto de uma parceria entre Unesp, Funep e Aciaja. A criação do Ipeja é o resultado de um longo processo iniciado em 2010, a partir de reuniões entre a Aciaja, Prefeitura de Jaboticabal e Câmara de Vereadores, a partir da constatação de que o município não dispõe de números que expressem o porte da economia da cidade.

O Instituto tem a missão de levantar dados que hoje existem em vários bancos de dados de forma fragmentada. Também levantar números que ainda não estão consolidados. A informação produzida pelo Ipeja será uma ferramenta muito importante para o trabalho do empresariado e sobretudo para o planejamento da administração pública.

O trabalho do Instituto é financiado pelo apoio da Aciaja e das empresas associadas Grupo Rodo Jaboti, Henfel, San Marino Negócios Imobiliários, Teto Materiais de Construção, Cerâmica Stéfani e também pelo Sindicato Rural de Jaboticabal e Senac Jaboticabal.

 

AS EMPRESAS APOIADORAS DO IPEJA

 

 

 

 

Compartilhar

Escrito por

O autor não adicionar qualquer informação a seu perfil ainda

Deixe um comentário