Notícias

InícioNotíciasUnião de esforços: saída para lidar com qualquer crise

União de esforços: saída para lidar com qualquer crise

As soluções para o enfrentamento das crises atuais são  diversificadas, mas um fator não muda: a união de esforços para a superação dos momentos mais difíceis. Em todo o mundo, as comunidades que conseguem vencer ou amenizar períodos de adversidades são aquelas onde as pessoas são proativas e sentem-se responsáveis pelo coletivo. “Nossas empresas oferecem produtos de qualidade. Nossa indústria fabrica produtos que atendem ao Brasil e ao exterior. Temos profissionais especializados em diversas áreas e, o melhor de tudo, contamos com o apoio de uma sociedade que valoriza sua terra e sua gente”, afirma Maurício Palazzo Barbosa, presidente da Associação Comercial, Industrial e Agronegócios de Jaboticabal (Aciaja).

Segundo ele, o comércio, os serviços, a indústria e o agronegócio do município estão reinventando-se para lidar com a atual crise causada pela pandemia de Covid-19, que, por sua vez, gerou um baque na economia, em função da necessidade do distanciamento social. “Nas cidades nas quais a comunidade está comprometida, unida, as crises são mais facilmente superadas. Observamos que o jaboticabalense, que é reconhecido por sua solidariedade, com certeza está comprometido em valorizar as empresas locais e, desta forma, ajudar a preservar os empregos e a recuperar a renda”, concluiu o presidente da Aciaja.

Se por um lado os consumidores locais estão sensíveis às dificuldades atuais, por outro, os empresários estão criando alternativas para manter a atividade sem, no entanto, comprometer a segurança de colaboradores, fornecedores e clientes.

O que os empresários dizem?

Enoki’s Presentes

Sandra Yurico Enoki Okabe, da Enoki’s Presentes, contou que ela e Roberto Enoki usam a internet para a aproximação com o cliente. “Em uma época em que todos estamos mais do que nunca conectados virtualmente, as redes sociais se tornaram, sem dúvidas, a melhor e mais rápida forma de divulgação e veiculação de informações”, disse.

Sandra comenta que boa parte do atendimento das lojas está sendo via Whatsapp. “Fazemos postagens de produtos no Instagram e no Facebook e tem dado bons resultados. Oferecemos os serviços de delivery após o horário de atendimento presencial. E tomamos todos os cuidados necessários para a segurança dos nossos clientes, fornecedores e colaboradores, como uso e disponibilização de álcool em gel, uso de máscaras e controle de entrada em nossas lojas”, frisou a empresária.

Oxiquímica

Santana, presidente da Oxiquímica Agrociência, acompanha as notícias sobre a transmissão do coronavírus na região e em todo o mundo. “Há várias semanas, estamos implementando medidas necessárias para dificultar a disseminação do vírus e proteger a saúde de nossos colaboradores, clientes, fornecedores e da sociedade como um todo”, garantiu.

Na empresa, houve a adoção do trabalho em casa em funções administrativas e a suspenção de viagens aéreas nacionais ou internacionais. “Orientamos todos os nossos colaboradores sobre as medidas de higiene e para que busquem sempre as informações oficiais do Ministério da Saúde. Assim, continuamos honrando os compromissos com nossos clientes da forma mais cuidadosa possível”, disse o presidente da Oxiquímica.

Santana destaca que a empresa vem usando esse período para repensar seu propósito, utilizando três linhas de atuação. “Neste momento são pilares importantes: a otimização de processos para garantir melhores condições aos nossos colaboradores, ajudando na performance dos nossos processos e deixando-os mais produtivos; o que é valor para nosso cliente, avaliando adequadamente a relação Cliente – Empresa, buscando sempre atender à necessidade do homem do campo; e inovações de retomada, usando essa necessidade de adequação para situações adversas, para criar novas formas de atingir o objetivo final da empresa, que é manter a proximidade com o agricultor, oferecendo soluções integradas para o manejo e aumento de produtividade do campo. Com isso, preparamos nossa retomada com mais rapidez no pós-pandemia”, explicou o empresário.

Quinta do João

João Rafael Garcia, proprietário da Quinta do João, declara que é um momento difícil para todos, porém é uma oportunidade para que cada um tente reinventar-se. “Na Quinta do João, estamos seguindo todas as orientações de segurança sanitária: álcool em gel está disponibilizado em todos os ambientes da loja; a limpeza do local é feita toda vez que um cliente entra na loja; usamos máscaras o tempo todo e as trocamos de acordo com as orientações dos profissionais de saúde; e só deixamos entrar na loja o cliente que está utilizando máscara. Além disso, percebemos que neste momento a população aumentou o seu pedido delivery e, consequentemente, aumentamos nossa entrega em domicílio”, contou João Rafael, lembrando que mesmo no serviço de delivery todos os cuidados são tomados.

Compartilhar

Escrito por

O autor não adicionar qualquer informação a seu perfil ainda

Deixe um comentário